segunda-feira, 31 de maio de 2010

$$$$$$$$$

Num tenho nada pra fazer e preciso de $$$.... alguma sugestão?!?!?!?!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

TPM

TPM é algo, assim, inexplicável. Por mais que a ciência tente explicar, não tem jeito.
Na verdade, essa fase nada mais é do que uma explosão de feminilidade, onde tudo aquilo que fica mto tempo guardadinho dentro dos corações femininos se revolta e pede pra sair. E cada mulher tem uma forma de expressar... ficamos bravas, estressadas, choronas, intocáveis, insaciáveis, famintas, gulosas, CHOCÓLATRAS, ALCOÓLATRAS...

Ontem eu estava assim. Olhavam para mim eu abria o bocão.. afffff, coisa ridícula!
Chorei mto, mas na verdade essa situação de quase tudo ter q pedir para fazerempor mim, ter que pedir ajuda, atrapalhar a vida alheia com coisas que os outros têm que fazer para mim, não está sendo fácil. Às vezes eu queria não ter que comer para que meus pais não tivessem que vir todos os dias na hora do almoço me alimentar; queria trabalhar para que meus pais não tivessem que ficar indo até uma outra cidade resoolver burocracias para mim, atrapalhando seus próprios horários de trabalho; queria poder me movimentar sem dor para que pudesse sair com meu noivo aos finais de semana pois ele já está com problemas demais para que eu fique o prendendo em casa; também queria que essa dor passasse para poder fazer amor; também queria que a dor passasse para poder terminar as coisas do meu casamento...

São tantas pequenas coisas que se tornam enormes.

Tudo bobagens, mas são as minhas bobagens.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Erro de Português

PQQQQQQQQQQQ NGM ME AVISOU O TANTO DE ERROS NAS MINHAS ESCRITAS????

Noooooooooossa Benta!!! Ki fome!!!!

Como eu como letras!!!! srsrsrsrsssrsrsrsssss

Pelo menos esse tempo parada, sem poder fazer quase nada está me trazendo de volta um velho hábito perdido na falta de tempo: a leitura.
Como é bommmmmm!!! Havia me esquecido como eu gosto de um bom romance...

Estou aceitando doações de livros!!!!!
E filmes... rsrsrsrsssss... realmente não sei o que gosto mais.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Casamento

Ai... realização de um sonho...

SEmpre me imaginei casando, mas nunca foi tão perfeito como posso ver agora. Em primeiro, claro, por saber que estou casando com a pessoa pefeita com toda certeza. Sei disso, pois pela primeira vez eu consegui vizualizar o pós-cerimônia, ou seja, a convivência, e isso me deixa mais feliz e ansiosa qeu a festa, o vestido.

Massssssssss, não posso negar que meu coração dispara cada vez que me imagino na ponta do corredor, braços dados com meu pai, e o primeiro olhar lançado ao meu amor, no altar.
Todo mundo costuma em casamento, olha para a noiva qnd ela chega. E não... na verdade é extremamente emocionante olhar o rosto do noivo qnd ela aponta... linda.. uma princesa a ser entregue a ele. É totalmente de arrepiar!!!!!!!!

Todo mundo imagina detalhes. Eu já imaginei tanta coisa... a decoração... as pessoas... meu amor... Não posso negar que desmaiaria se ele estivesse country no altar, lindo como só ele sabe ficar.

São tantas coisas...

Melhor que isso é imaginar após um dia de trabalho, saber que chegarei em casa e terei um homem amoroso, terno, divertido, com que passarei pequenos e grandes momentos, todos importantes.

É, se isso não é amor, não sei o que é...rs

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A gente quer só o que não podemos!!

Pq agora q tô se poder colocar o pé no chão me deu uma vontade súbita de pegar "aquela" baladinha, com bebidinhas, musiquinha...
Saudade de risada entre amigas bêbadas em role de madrugada. Conhecer pessoas. era bom!!! Poder fazer isso com meu amor hoje, seria mais divertido ainda!!!

Como os momentos são diferentes... antes uma galera solteira, cheia de vida, energia...
Hoje jovens trabalhadores casados, noivados, namorados, enrolados e CANSADOSSSSS!!!
Afff... ngm merece!!!

terça-feira, 18 de maio de 2010

Iniciando...

Em busca de algo pra fazer devido ao tédio que traz um pé quebrado (acredite, é mais chato do que você está imaginando agora), me lembrei do quanto gostava quando tinha um blog. Pouco importava se alguém entrava ali, lia e sentia comigo o meu dia-a-dia. O gostoso era simplesmente escrever e reler... e ressorrir, ressentir, reviver.
Aqui vamos nós, mais uma vez, levando onde minha cabecinha permitir.

Para um primeiro dia, acho que vale dizer um pouco dos últimos dias.

Bom... estava tudo normal.... normal demais eu diria. No trabalho, após dois anos fazendo exatamente a mesma coisa, me parecia que estava congelada no tempo. Com todas as manhãs iguais. Até que meu copinho quase cheio d'água recebeu uma Tsunami: um imbecil, que não tem o menor respeito pela vida alheia, resolveu estragar um lindo sábado de sol. E eu? Pedi demissão!!! Mas, meu chefe não levou a sério.... nenhum deles na verdade. Então, Pai do Céu resolveu me pregar uma peça e a menina-moleque que sempre soube cair, por um instante não soube e acabou com um tombo de moto = tornozelo quebrado = cirurgia = 60 dias de molho.
Melhor forma de colocar a cabeça no lugar?! Depois as pessoas ainda dizem que Deus não escreve certo por linhas tortas.
Com isso fiz mudanças em minha casa, minha cama foi pra sala!! Meus pais almoçam em casa por minha causa. Meu irmão está um doce. Meus amigos todos me ligaram em 01 dia. Passei o dia com meu amor, mas ele me liga menos. Vi em torno de 20 filmes em 7 dias. Vou voltar a ler. Fiquei com votade de tomar Terere e bordar.

Vamos ver o que continuará a acontecer.... rs

Twitter / ferzinharod